Petição AVAAZ: Aprovação do Marco Civil da Internet no Brasil

O coletivo Mega Sim criou, em 26 de junho de 2012, uma petição autogestionada na AVAAZ em favor da aprovação ainda esse ano do Marco Civil da Internet no Brasil. A petição segue aberta à novas assinaturas.

Deputadas e Deputados, o Marco Civil da Internet no Brasil precisa ser votado ainda esse semestre, ou o recesso dos trabalhos legislativos e o período eleitoral podem alimentar a violação de diversos direitos fundamentais de internautas por todo o Brasil. Certamente esperar mais um ano e ignorar a mobilização da sociedade pela Internet terá efeitos irreversíveis para o potencial revolucionário das novas tecnologia de comunicação. Precisamos imediatamente de uma lei que garanta nossos direitos. Essa é uma mobilização social para dizer um MegaSIM ao Marco Civil da Internet no Brasil.

Por que isto é importante
A aprovação do projeto de lei conhecido como “Marco Civil da Internet no Brasil” ainda esse ano é crucial para garantir uma Internet livre, aberta e horizontal. O projeto começou com uma mobilização social pela internet em 2008 contra o projeto de lei de crimes pela Internet e se transformou em uma verdadeira Constituição da Internet no Brasil, com garantias de direitos fundamentais expressas para quem usa a Internet, como privacidade, neutralidade de rede e liberdade de expressão.

E como não se trata de um problema apenas nacional, caso o Congresso Nacional aprove o texto, a assinatura da lei pela Presidenta Dilma colocará o Brasil na vanguarda da liberdade em todo o mundo.

Mais informações em http://megasim.wordpress.com

Um comentário sobre “Petição AVAAZ: Aprovação do Marco Civil da Internet no Brasil
  1. Guacira Freitas de Jesus disse:

    Ouvi alguma coisa a respeito, mas, faz tempo que nada me chama mais a atenção.
    Casos iguais aos roubo das fotos da televisiva. Ou do apavorante jogo da Baleia Azul e outros perigos que começaram a derivar de ambos os casos me fez apavorar.
    Meu entendimento é que: 1.A ignorância e a falta de regras e penalizações 2.Pode elitizar, inclua ai, exclusividade para poucos e exploração por outros. 3.A Impunidade vira “Capa de Invisibilidade”.
    Choque maior foi ter entendido que, as combinações para concentrações em vista de animar, atestando o grande número de insatisfeitos, foram proibidas por políticos. E, o esvaziamento dos “família” devido a infiltração de grupos de “desordeiros, arruaceiros, depredadores, ladrões, (terroristas) …”, e a ameaça cresceu quando os partidos se viram impedidos de juntarem, identificando ideologias no meio do “povão elitizado”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*